Zog – Julia Donaldson

Zog

A Madame Dragão tinha uma escola, muitas e muitas luas atrás. Ela ensinava os jovens dragões a fazer o que um dragão adulto faz.
Zog, o maior dragão, amava aprender e não deixava passar nada. Todos os dias ele se esforçava para ganhar uma estrela dourada.

Os dragões do primeiro ano estavam aprendendo a voar. – Voem alto! disse a dragão. –  quero ver todo mundo chegar! – Agora que vocês já viram como é, podem praticar sozinhos. E serão excelentes voadores quando estiverem crescidinhos.

Zog começou a praticar, voou feliz e rápido à beça. Ele planava e voava, dava cambalhotas e girava….até que encontrou uma árvore e bateu a cabeça!

Nesse momento, uma menininha apareceu e disse: – Ah, não chore, por favor. Que tal se eu fizer um curativo para passar a dor!
– Que boa ideia! -Zog falou. E então com o curativo cor-de-rosa, para o céu azul ele voou.

Um ano se passou, e no segundo ano os dragões aprenderam a rugir. – Mais alto! – disse a Madame Dragão. – Mais alto, quero ouvir!

Agora que vocês já viram como é, podem praticar sozinhos. E serão excelentes rugidores quando estiverem crescidinhos.

Zog começou a praticar. Rugiu bem feroz. Ele rugiu por horas e horas…Até que perdeu a voz.

Então, a menina apareceu de novo e disse: – Que má sorte! Para melhorar, por que você não chupa esta pastilha bem forte?

– Que boa ideia! – Zog falou. E então lançando fumacinhas, para o céu azul ele voou.

Um ano se passou, e no terceiro ano aprenderam a cuspir fogo. – Não! Não lancem neve! –  Isso não é um jogo! E Madame Dragão continuou falando aos aluninhos: – Agora que vocês já viram como é, podem praticar sozinhos e vão lançar labaredas quando estiverem crescidinhos.

Zog começou a praticar. E soprou fogo e brasa. Rodopiou de alegria…e queimou a ponta da asa.

Então a menina apareceu de novo. Ela disse: – Coitadinho! Quer que eu coloque uma gaze para voar rapidinho?

– Que boa ideia! – Zog falou. E então, com o curativo na asa, para o céu azul ele voou.

Todos os dragões do quarto ano estavam aprendendo uma surpresa! – Isso mesmo! – disse a Madame Dragão. Como capturar uma princesa!

– Agora que vocês já viram como é, podem praticar sozinhos e vão capturar donzelas quando estiverem crescidinhos.

Zog começou a praticar. E diversas vezes ele tentou, mas não teve jeito de conseguir! – Não sou bom nisso – choramingou. – Eu nunca vou ganhar uma estrela dourada! Então ele viu a menina. – Eu sou uma princesa e posso ser capturada! – Que boa ideia! – Zog falou. E então com a princesa em suas costas, para o céu azul ele voou.

– Ah – disse a Madame Dragão – a primeira princesa chegou! Parabéns Zog, querido. Aqui está sua estrela, você ganhou!

Zog ficou feliz e orgulhoso, e a Princesa também estava contente. Ela media a temperatura dos dragões e cuidava de quem ficasse doente.

Um ano se passou e no quinto ano os dragões aprenderam a lutar. – Isso mesmo! – disse a Madame Dragão. – E um cavaleiro acaba de chegar!

O cavaleiro logo falou: – Meu nome é Gadabão, o elevado. Eu vim resgatar a Princesa Pérola. Espero não estar muito atrasado.

Zog cuspiu fogo e bateu as asas. – Você não pode! Ela é minha! – Zog rugiu. – Ah, não é não! – Gritou Gadabão e sua espada companheira ele brandiu.

Os outros dragões se agruparam ao redor todos com muita atencão. Quem iria vencer a batalha? Zog ou Sir Gadabão.

Então a Princesa Pérola se aproximou e disse: – Seus bobões, parem agora! Já temos muitos machucados, para cuidar mundo afora. Não me resgate! Não quero voltar a ser uma princesa para ficar andando pelo palácio e vivendo na moleza.
– Eu quero ser medica e viajar para todo lugar, ouvindo os problemas dos outros e ajudando-os a se curar.
– Eu também! – exclamou o cavaleiro, e tirou o elmo da cabeça. – Eu gosto de ajudar todos para que ninguém adoeça.
Gadabão perguntou: – Você me treinaria, princesa? Pérola respondeu: – Com certeza! Posso ajudá-lo, mas acho que nós dois não cabemos no seu cavalo.

Então Zog falou: – Doutores voadores! Posso entrar no time também? Eu serei a ambulância e prometo não incendiar ninguém. – Perfeito! – disse a Madame Dragão. – Uma carreira excelente! E os alunos do quinto ano gritaram vivas, todo mundo contente.

Então, a Madame Dragão disse ao cavalo: – Fique aqui com a gente! Os alunos vão alimentá-lo. Eles são obedientes!

– Que boa ideia! – Zog falou. E então com os doutores voadores, para o céu azul ele voou.

ZOG

Madame dragon ran a school many moons ago. She taught young dragons all the things that dragons need to know. Zog the biggest dragon, was the keenest one by far. He tried his hardest every day to win a golden star.

All the dragons in Year One were learning how to fly. “High!” said Madame Dragon. “Way up in the sky!” “Now that you’ve been shown, you can practice on your own and you’ll all be expert fliers by the time you’re fully grown.”

Zog went off to practice, flying fast and free. He soared and swooped and looped the loop…and then crashed into a tree.

Just then a little girl came by, “Oh please don’t cry” she said. “Perhaps you’d like a nice sticky bandage for your head?”

“What a good idea” said Zog. Then up and off he flew with his bandage gleaming pinkly as he zig zagged through the blue.

A year went by, and in Year Two the dragons learned to roar. “More!”said Madam Dragon. “Louder, I implore!” “Now that you’ve been shown, you can practice on your own and you’ll all be champion roarers by the time you’re fully grown.”

Zog went off to practice. He roared with fearsome force. He kept it up for hours on end but then his throat grew hoarse.

Just then, the girl came by again. She said, “What rotten luck, perhaps you’d like a nice soothing peppermint to suck.”
“What a good idea” said Zog. Then up and off he flew and breathing fumes of peppermint he zig zagged through the blue.

A year went by and in Year Three the dragons learned to blow. “No!” said Madam Dragon. “Breathe out fire not snow!” “Now that you’ve been shown, you can practice on your own and you’ll all be breathing bonfires by the time you’re fully grown.”

Zog went off to practice. He blew with all his might. He twirled around in triumph…and his wing tip caught alight.

Just then the girl came by again. She said, “You poor old thing perhaps you’d like a nice stretchy bandage for your wing.”
“What a good idea” said Zog. Then up and off he flew his bandage flapping wildly as he zig zagged through the blue.

All the Year Four dragons were learning – can you guess? “Yes!” said Madam Dragon. “How to capture a princess!” “Now that you’ve been shown, you can practice on your own you’ll need to capture hundreds by the time you’re fully grown.”

Zog went off to practice. He tried and tried and tried. But he simply couldn’t manage. “I’m no good at this,” he cried.
“I’ll never win a golden star.” Just then he saw the girl. “Perhaps” she said, “you’d like to capture me? I’m Princess Pearl”
“What a good idea” said Zog. Then up and off they flew. The princess gripping tightly as they zig zagged through the blue.

“Ah” said Madam Dragon. “Our first princess so far! Congratulations Zog my dear, you’ve won a golden star.”
Zog was proud and happy and Pearl felt good as well. She took the dragons temperatures and nursed them when they fell.
A year went by and in Year Five the dragons learned to fight.
“Right” said Madam Dragon. “Here comes a real live knight.”
Up spoke the knight, “My name” he said, “is Gadabout the Great, I’ve come to rescue Princess Pearl. I hope, I’m not too late.”

Zog breathed fire and beat his wings “You can’t, she’s mine” he roared. “On no, she’s not” yelled Gadabout and waved his trusty sword.

The other dragons crowded round and watched them all agog. Who was going to win the fight, Sir Gadabout or Zog?

Then Princess Pearl stepped forward crying, “Stop you silly chumps! The world is already far too full of cuts and burns and bumps. Don’t rescue me! I won’t go back to being a princess and prancing round the palace in a silly frilly dress. I want to be a doctor and travel here and there, listening to peoples chests and giving them my care.

“Me too!” exclaimed the knight and took his helmet off his head. “I’d rather wear a nice twisty stethoscope” he said.

“Perhaps Princess you’ll train me up?” And Pearl replied, “Of course! But I don’t see how the two of us could fit upon your horse. “

Then Zog said, “Flying doctors! I’d love to join the crew. if you’ll let me be your ambulance, then I’ll carry you.” “Bravo!” said Madam Dragon. “An excellent career.” Then all the Year Five Dragons gave a loud resounding cheer.

Then Madam Dragon told the horse “I really hope you’ll stay. I’ll let you be my pupils pet, and feed you lots of hay.”

“What a good idea” said Zog. Then up and off he flew. The flying doctors waving as they zig zagged through the blue.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s